Qual é a Chave De Segurança De Rede? Como Funciona?

Qual é a Chave De Segurança De Rede? Como Funciona?

Flavio Flavio 19 nov 2019

Chave de segurança de rede é o termo que faz referência ao nome da sua internet e senha que você utiliza para conseguir se conectar a internet da sua casa, trabalho, escola ou universidade.

Além disso, a chave de segurança de rede também faz referência ao protocolo de segurança que criptografa todas as mensagens transmitidas pelo o usuário através do sinal de internet ao trocar mensagens, dados e informações com outras pessoas ou sites, por exemplo.

Ele foi desenvolvido para proteger as informações do usuário que usa a internet e possui informações pessoais salvas em dispositivos que possuem a capacidade de se conectar a rede mundial de computadores.

A chave de segurança de rede é um protocolo de proteção principal em uma internet sem fio. Ou seja, esse é um procedimento de segurança básico e essencial nas redes de internet Wi-Fi que são distribuídas, geralmente, por aparelhos roteadores.

Em redes de Wi-Fi sem fio, qualquer pessoa que possui dispositivo com capacidade para acessar internet, como smartphone, computador, notebook ou tablets, pode captar sinal emitido pelo seu aparelho roteador.

Além disso, qualquer um pode ter acesso às informações pessoais salvas em seu computador, notebook e smatphone que estão conectados a sua rede de internet de casa, por exemplo.

Então é importante criar uma chave de segurança de rede sem fio que seja forte para garantir a sua proteção, uma vez que crimes digitais são cada vez mais frequentes.

Para garantir a sua segurança, a chave de segurança para Wi-Fi criptografa todos os dados e informações transmitidos na rede da internet. Ele é capaz de criptografar as informações que você trocou com amigos em uma mensagem de texto. E mais, a chave também criptografa até as informações que preencheu em um formulário de um site de compras, por exemplo.

De forma geral, o protocolo torna os dados e mensagens, transmitidos pela rede mundial de computadores, incapazes de serem compreendidos.

Ou seja, ele impede a compreensão tornando as informações incompreensíveis para hackeres que tentam acessar a sua rede de internet.

A chave de segurança também é chamada de Chave WEP (Wired Equivalente Privacy, ou Privacidade Equivalente à Rede Cabeada). Logo não se esqueça das duas formas de se referir ao protocolo de segurança.

A WEP ou chave de segurança de rede admite que dispositivos sem fio compartilhem da mesma chave, como o ponto de acesso Wi-Fi e um computador, e se comuniquem entre si por Wi-Fi.

No aparelho roteador de internet é possível configurar a chave de segurança de rede sem fio por meio das conexões locais como: LAN (Local Area Networks, chamada de Rede Local em português), WAN (Wide Area Network, ou Rede de Longa Distância), WLAN (Wireless Local Area Network, conhecida de Rede Local Sem Fio), MAN (Metropolitan Area Network, intitulada de Rede Metropolitana) e PAN (Personal Area Network, ou Redes de Área Pessoal).

Durante o processo de instalação da sua rede de internet, você pode se deparar com os termos WEP, WPA e WPA2. As duas últimas siglas são consideradas a evolução da chave WEP. Eles possuem um sistema e protocolo de criptografia mais avançado, conseguindo proteger seus dados e conexão com maior nível de segurança.

Por consequência, a chave de proteção de rede também pode ser chamada de WPA (Wi-Fi Protected Access) ou WPA2 (Wi-Fi Protected Acces II).

Vamos aprender um pouco sobre cada tipo de chave de proteção de rede disponível em seu roteador Wi-Fi?

Receba Novidades

WEP: Wired Equivalente Privacy

O WEP é o protocolo que foi desenvolvido em 1999 e imediatamente tornou-se popular. Afinal, era o único sistema que promovia segurança aos usuários de internet.

Então, o WEP é o protocolo mais compatível com qualquer dispositivo Wi-Fi que existe no mercado, sendo considerada a chave de segurança mais utilizada ao redor do mundo.

Conforme especialistas, a popularidade tornou o seu sistema de segurança frágil. O WEP é chave com mais falhas e possibilidade de um hacker ter acesso aos dados e informações do usuário da web.

A chave de segurança de rede WEP possui capacidade de apenas 128 bits. Esse número reduz o número de combinações de senha, sendo possível desvendar a senha de uma rede Wi-Fi em poucos minutos.

WPA: Wi-Fi Protected Access

O WPA surgiu por conta da falha de segurança que foi identificado no WEP após alguns anos de uso. Então, o WPA só ficou popularizado no mundo somente a partir do ano de 2003.

O WPA possui a capacidade de criptografia de 256 bits. Com isso, o seu sistema de segurança é maior que o WEP, pois aumentou o número de combinações de senhas.

Além de aumentar os bits, o WPA também tem pacotes e ferramentas com a finalidade de aperfeiçoar a segurança e examinar a existência de invasores ou hackers na rede de internet.

Mesmo com os novos recursos, a chave WPA começou apresentar instabilidade, uma vez que ele é uma arquitetura programada que atualizou o dispositivo WEP. Ou seja, ele não substituiu o antigo o primeiro sistema de chave de segurança de rede.

Com efeito, elementos e ferramentas da chave WEP foi reaproveitado no WPA. Até os problemas do antecessor foram herdados pela primeira versão da chave de segurança de rede WPA.

No caso do WPA, foi facilitado que hackers e invasores tenham acesso aos sistemas secundários que foram herdados da chave de protocolo WEP. Então não é necessário realizar nenhum tipo de ataque para descobrir a senha e as informações da sua rede de internet.

WPA2: Wi-Fi Protected Acces II

O WPA 2 é a chave de segurança de rede Wi-Fi mais segura na atualidade. Ele é a segunda versão do WPA e começou ser utilizado pelos usuários da internet a partir do ano de 2006.

Hoje ele é o protocolo de segurança mais utilizado no mundo. Além disso, o WPA2 é a chave de segurança de rede que é recomendada por todos os especialistas em segurança web.

Conforme especialistas em tecnologia, o risco de se ter invasores e rackers em uma rede de internet com chave WPA2 é praticamente zero possibilidades.

A segurança do WPA2 é devido à invenção do padrão de segurança chamado de AES (Advanced Ecryption Standard). E mais, também foi criado o mecanismo de criptação de dados e informações conhecido por CCMP (Conter Cipher Mode), responsável por proteger dados que passam pela rede de internet distribuída pelo seu aparelho roteador.

Se a chave de segurança de rede e outros assuntos relacionados à tecnologia são de seu interesse, continue acompanhando o conteúdo informativo do nosso blog!

Melhores pacotes de Internet 4g para empresas

Fique por dentro

Receba as novidades no seu e-mail.

icone newsletter
banner lateral

Encontre o plano ideal para você.

Veja os planos

Selecionamos os melhores planos de telefonia, internet e tv por assinatura para o seu perfil.