VPN: O que é e Como Usar?

VPN: O que é e Como Usar?

Flavio Flavio 19 out 2021

Certamente você já ouviu falar sobre conexão VPN e pode ter ficado com algumas dúvidas a respeito dela. Afinal, é algo que gera riscos? Você está completamente exposto na internet ao utilizá-la ou está mais protegido? 

Essa conexão ainda gera muitos questionamentos para quem não é profundo conhecedor sobre como funciona a segurança digital e, por isso, acaba se tornando uma vilã.

Para desmistificar a “Virtual Private Network” e te explicar exatamente como ela funciona, nós organizamos um guia especial sobre ela, para que serve e como utilizá-la com segurança.

Venha saber tudo!

O que é VPN?

VPN é a sigla que identifica “Virtual Private Network”. Em tradução livre, rede privada virtual. Basicamente, a conexão VPN serve para estabelecer uma ligação protegida quando se está usando redes públicas de internet. 

Isso é feito a partir de algumas ações simples, que fazem parte da premissa dessa conexão, como a criptografia do seu tráfego e disfarçando a sua identidade online. 

Dessa maneira, mesmo utilizando uma rede aberta, você consegue se proteger de roubo de dados e da má fé de pessoas que podem estar espionando a conexão. 

Então, sem que precisemos enrolar demais, essa tecnologia não é, em suma, algo ruim, desde que bem utilizada.

Como funciona a VPN?

Agora que já iniciamos a explicação sobre essa conexão, ficará mais simples para você entender como funciona a VPN. Considerando que a sua premissa é proteger a sua identidade online, essa conexão irá ocultar o seu IP por meio de um servidor que utiliza a configuração “Virtual Private Network”. 

Ou seja: você passa a usar esse servidor como “endereço” virtual. Portanto, seu provedor ou outras pessoas que estejam de olho em sua conexão, não saberão quais são os sites que você visitou. Afinal, seus rastros estarão protegidos de qualquer análise externa. 

E, além de ocultar essas informações, a conexão VPN transforma os dados recebidos e enviados em uma espécie de rabisco digital. Algo que, em suma, é impossível de decifrar. 

Ela se torna, inclusive, uma alternativa segura para aqueles dias em que os dados móveis acabam e você precisa optar pelo uso de uma conexão pública.

Quais os tipos de VPN mais conhecidos?

Existem diversas funcionalidades para a utilização da conexão VPN. No entanto, há três tipos mais conhecidos, que são aqueles que, geralmente, são utilizados em nosso cotidiano. 

Vale a pena entender melhor como se utiliza esse tipo de conexão na prática.

SSL VPN

A SSL VPN é o tipo de conexão perfeita para quando você precisa acessar uma rede externa, mas quer garantir a segurança na transferência de dados. 

Um bom exemplo de sua utilidade, foi nesse momento de pandemia, onde muitas empresas precisaram migrar seus funcionários para home office. Nesses casos, para acessar as informações da organização, a solução foi criar uma conexão VPN, para usar o banco de dados sem risco.

VPN Site-a-site

A VPN Site-a-site é outro recurso muito utilizado pelas empresas, justamente por garantir que você possa trocar dados de uma rede a outra (LAN para WAN), sem que haja interferência da intranet nesse serviço. 

Ela é especialmente voltada para disfarçar as intranets privadas, de modo que os usuários das redes as acessem com segurança e mutuamente, desde que tenham autorização.

VPN Cliente-a-provedor

Por fim, outro uso comum da VPN é o Cliente-provedor. Nesse caso, é como se você usasse um dispositivo privado, para acessar uma rede que, inicialmente, não faz parte da sua conexão residencial. 

Esse tipo de VPN também foi muito utilizado durante o período de home office na pandemia, pois diversas pessoas acessavam as redes das empresas, diretamente de suas casas. Porém, para garantir a segurança na transferência de dados e uso da conexão, é essencial que ela esteja ancorada em um servidor “Virtual Private Network”.

Como usar VPN em seu computador

Usar uma rede VPN não é difícil, mas exige alguns detalhes que são os que irão garantir a validade do serviço seguro.  

Basicamente, você consegue acessar as redes com mais discrição, das seguintes formas: 

  • Cliente VPN: Ao se tornar um cliente VPN, você instala um software de disfarce de rede em seu computador, que irá fazer as conexões seguras e criar uma espécie de túnel VPN;
  • Extensões para navegador: Outra maneira de usar a internet via VPN, é utilizando extensões que são instaladas diretamente nos navegadores. Elas são menos abrangentes quanto os modelos de cliente VPN, mas servem como uma segurança extra;
  • Roteador VPN: Nesse caso, você instalaria um serviço de VPN diretamente no roteador, ao invés de utilizar em máquinas separadas. Esse é um recurso vantajoso até mesmo para evitar que pessoas utilizem a sua rede sem consentimento;
  • VPN de empresa: por fim, outro uso comum de “Virtual Private Network” nos computadores são os voltados para as empresas. Nesse caso, ela serve para gerir uma conexão totalmente segura e, também, criptografia na transferência de dados.

Usando VPN no celular: passo a passo de como instalar uma conexão no smartphone

Você também tem a oportunidade de usar uma conexão VPN em seu smartphone. Para isso, basta baixar os softwares de segurança via loja de aplicativos. 

Para quem utiliza o celular para realizar transações financeiras, ter a segurança para transferir dados é essencial. 

Veja como inserir essa conexão em seu telefone: 

  • Escolha um serviço de VPN na playstore e faça o download do app. Existem diversas opções gratuitas; 
  • Basicamente, ele já virá configurado para o uso em smartphone. Basta seguir as orientações de dadas pelo próprio app para a instalação e criar um login e senha; 
  • Após instalado e configurado para o seu celular, utilizá-lo segue o padrão de muitos apps, como, por exemplo, um bloqueador de anúncios. Você só vai precisar ligar e desligar a conexão VPN por meio de um clique no aplicativo.

E pronto! Essencialmente, você já estará com a segurança extra da conexão VPN em seu celular, podendo utilizá-la sempre que quiser. 

Mas, vale a pena darmos um reforço sobre alguns detalhes que envolvem ter esse serviço em seu smartphone: 

  • Se você quiser ocultar a sua localização escolhendo um local específico, basta selecionar a localização desejada manualmente; 
  • Você sempre pode dar um upgrade no app, caso precise de mais proteção de dados. Na grande maioria dos casos, os aplicativos com versões gratuitas possuem um nível extra, com mais benefícios. Porém, são serviços pagos.
  • Se você deseja ter uma conexão totalmente livre de registros, sem risco nenhum de ter a criptografia derrubada, invista em um serviço de VPN exclusivo.

É seguro usar VPN?

VPN - Imagem por Free security icons

Veja se é seguro usar a VPN

Desde que você use um serviço de VPN idôneo, navegar por essas conexões é extraordinariamente mais seguro do usar a internet comum. 

E o que a torna tão segura assim, é justamente o processo de codificação da transferência de dados, que te protege de pessoas mal intencionadas. 

Para que você consiga utilizar a VPN com total segurança e garantir o benefício da proteção das informações, sempre inicie a sua conexão com a inclusão desse serviço.

Quais os benefícios de usar rede VPN?

Sabendo exatamente qual é a função de uma rede VPN em atividade em sua conexão, fica fácil compreender os benefícios que você tem ao utilizá-la. 

Segurança digital, hoje, é algo que não deve ser ignorado, principalmente por utilizarmos a internet para basicamente tudo, desde estudar, até realizar movimentações financeiras. 

Então, compreenda com mais profundidade quais as vantagens de aderir ao uso de uma rede VPN de conexão.

Criptografia segura

Com um VPN, sua conexão, transferência de dados e identidade digital ficam seguras mesmo ao utilizar uma rede pública. 

Isso porque ele gera uma criptografia muito forte na transferência de informações, que nem mesmo os hackers mais inteligentes conseguiriam decifrar se não tivessem acesso à uma chave específica de codificação.

É possível disfarçar seu paradeiro

Os dados que identificam a sua localização demográfica, ao utilizar um VPN, vem de outro país. Logo, é impossível determinar onde você está com exatidão. 

Além disso, os provedores “Virtual Private Network”, em sua maioria, não registram dados relativos à sua conexão e nem armazenam registros. 

, em sua maioria, não registram dados relativos à sua conexão e nem armazenam registros. 

Os que fazem esse tipo de ação, não os repassam para terceiros. Então, você está integralmente oculto na internet.

A transferência de dados é segura

Essa talvez seja uma das maiores vantagens do uso da VPN: a segurança na transferência de dados.  

Hoje, ter esse tipo de garantia permite que você transfira informações sigilosas, empresariais e, até mesmo, realize transações financeiras com muito mais tranquilidade.

Você tem acesso a conteúdo regional

Para quem viaja muito e precisa continuar acessando servidores de sua localização original, a VPN é essencial. Isso porque, em muitos casos, você não consegue esse acesso ao sair da área de transmissão de dados.  

Com a possibilidade de alterar a sua localização, você passa a ter a possibilidade de acessar servidores regionais, mesmo estando em lugares completamente diferentes. 

Um exemplo de como isso é útil, é quando você precisa acessar a rede da sua casa e está em lugar muito distante.

Vale a pena usar VPN?

Se você se preocupa com roubo de dados ou se não quer deixar rastros sobre a sua movimentação online, certamente usar uma conexão VPN é uma alternativa valiosa. 

E agora, depois de saber mais sobre o assunto, você já entendeu que não é tão arriscado assim utilizá-la. 

Desde que você use um bom serviço de conexão, um servidor seguro e faça o uso da maneira correta, a “Virtual Private Network” com certeza irá te ajudar a ter uma navegabilidade mais garantida. 

Fique por dentro

Receba as novidades no seu e-mail.

icone newsletter
banner lateral

Encontre o plano ideal para você.

Veja os planos