Estudante cria garrafa que transforma água impura em água potável 

Estudante cria garrafa que transforma água impura em água potável 

Kezia Kezia 06 maio 2022

Você já parou para pensar que nem todos possuem água potável em suas residências? Não? Mas, essa ainda é a realidade de muitos brasileiros, infelizmente. Porém, se você quer uma razão para continuar acreditando na sociedade, vale a pena conhecer o projeto da estudante Bárbara de Minas Gerais, que criou uma garrafa capaz de transformar água impura em água potável. Quer saber mais? Vem com a gente, do Tudo Tecnologia, que vamos te contar os detalhes dessa inovação! 

Não é de hoje que o problema em relação ao consumo de água e ao acesso a esse recurso natural, vem sendo abordado por ambientalistas e especialistas da área da saúde. Muitas das doenças que vemos por aí, como, por exemplo, a amebíase, é causada por veiculação hídrica contaminada. Bom seria, se estivéssemos falando de um Brasil de tempos atrás, mas, de forma trágica, isso ainda acontece nos dias atuais.  

Vá direto ao ponto: 

Bárbara Gosziniak Paiva e o AQUALUX
Bárbara Gosziniak Paiva e o AQUALUX

O acesso à água potável no Brasil 

Para que você entenda o tamanho da importância da tecnologia desenvolvida pela estudante, vamos falar um pouco sobre o acesso à água potável em nosso país.  

Segundo o Instituto “Trata Brasil”, em parceria com a “GO Associados”, cerca de trinta e cinco milhões de brasileiros não possuem acesso à água potável, e cem milhões de pessoas não possuem acesso à coleta e tratamento de esgotos. E vale lembrar aqui, que 21,7 milhões dessa população se encontra nos maiores municípios. Você tinha ideia que esse número era tão grande? Pois é! E para piorar, ainda segundo o instituto, o Brasil descarta todos os dias na natureza, o equivalente a 5,3 mil piscinas olímpicas de esgoto sem tratamento.  

A importância da água 

Pode parecer repetitivo, e talvez seja mesmo, mas é importante sempre lembrarmos sobre a importância da água para nossa sobrevivência.  

Não à toa, no ano de 1993, a Organização das Nações Unidas criou o Dia Mundial Da Água, instituído em todo dia 22 de maio. A ideia é aumentar a conscientização em relação ao uso do recurso, alertar sobre a crise global, além de focar e apoiar o cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 6: água e saneamento para todos, até o ano de 2030.  

De acordo com o presidente da Comissão de Meio Ambiente (CMA) da CBIC, Nilson Sarti, a indústria da construção possui um papel fundamental no compromisso de conservação da água. Além disso, a CBIC reforça a importância da reflexão sobre a responsabilidade do uso eficiente e consciente do recurso hídrico.  

Aqualux: a garrafa que transforma água impura em água potável 

Bom, agora que você viu resumidamente sobre a importância da água, e como os números da população que não possui esse acesso, ainda são números alarmantes, vamos falar sobre a criação da estudante Bárbara. 

Na verdade, tudo começa com um projeto desenvolvido pela “Red Bull Basement”, que tem como objetivo incentivar jovens do mundo inteiro a criarem soluções tecnológicas que gerem um impacto positivo no mundo. 

Estudante da Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, a mestranda Bárbara Gosziniak Paiva representou o Brasil na final do evento Red Bull Basement. A estudante desenvolveu uma garrafa que transforma qualquer água em água potável. Sensacional, não é mesmo? 

A ideia de Bárbara surgiu durante a sua pesquisa de mestrado, onde a estudante pesquisava sobre a esterilização de parasitas, via radiação, em um programa do setor de Engenharia de Materiais da UFOP. Segundo a estudante, o objetivo é aplicar o produto para ajudar as pessoas de forma simples e viável. Isso porque, a “transformação” acontece através de radiação, com um filtro carregado a luz solar.  

Ainda em entrevista à Red Bull, Bárbara compartilhou que o projeto desenvolvido também procura facilitar a vida de esportistas e campistas. Entretanto, o seu foco principal continua democratizar o acesso à água potável para ajudar pessoas que não possuem saneamento básico. E pelo que já vimos aqui, realmente estamos precisando de ajuda, e o “Aqualux”, nome dado pela própria estudante, pode ser o carro-chefe nessa mudança de situação.  

Infelizmente, o projeto da estudante não levou o maior prêmio, mas, por outro lado, nos desperta a sede por mudança, e, além disso, nos ensina a valorizar os nossos estudantes. Tem muita gente no Brasil que realmente quer usar seu conhecimento, para impactos positivos em nossa sociedade. Com certeza esse e outros projetos brasileiros virão, para que nossa sociedade melhore e progrida. 

Nós, do Tudo Tecnologia, ficamos ansiosos e torcemos muito para as próximas inovações que estudantes brasileiros trarão. E você? Em qual solução pensaria para resolver o problema do acesso à água potável? Toda ajuda é bem-vinda! E, claro, nós iremos permanecer de olho para nos mantermos atualizados!  

Você não vai querer perder nenhum post, né? Então, continue acompanhando a gente! O mundo da tecnologia, definitivamente, não dorme em serviço!  

Fique por dentro

Receba as novidades no seu e-mail.

icone newsletter
banner lateral

Encontre o plano ideal para você.

Veja os planos